[Crítica]- A Tartaruga Vermelha

0

maxresdefault (3)

Produzido pelo incrível Estúdio Ghibli, “A Tartaruga Vermelha” é uma das animações que está indicada ao Oscar de “Melhor Animação”. Contando uma misteriosa porém emocionante história sem falar absolutamente nenhuma palavra, A Tartaruga Vermelha conversa com o espectador por meio de belas melodias orquestradas, e efeitos sonoros incrivelmente realistas. Gravada por uma orquestra real, a f*** trilha sonora do filme é um dos pontos mais fortes do filme. Seja expressando felicidade, tristeza, ódio, mistério ou encanto, as músicas foram muito bem encaixadas, de modo que ao combinar com a cena animada, quem está assistindo se sente quase como se fosse o protagonista. Sobre a animação em si, estou escrevendo com o pé, pois as mãos estão ocupadas aplaudindo. Como ela pode ser tão fluída? Feita de quadro em quadro, os animadores pensaram em tudo. Tantos detalhes extras que foram animados com a mesma atenção dos personagens principais, dando assim vida à ilha na qual o filme se passa. Quero dar destaque a uma cena mais ao final do filme, SPOILER ALERT que é a cena em que um tsunami devasta a ilha, matando as árvores e tudo o que havia por lá. A cena é de cair o queixo, a quantidade de detalhes é simplesmente S E N S A C I O N A L. Agora sobre o enredo, mas antes um resuminho. A história é basicamente um homem que, após sofrer uma baita tempestade, naufraga e acorda em uma misteriosa ilha deserta. Todas as vezes que ele tenta fugir, uma tartaruga vermelha destrói o bote feito por ele. FIM DO SPOILER

O enredo é interessante, mas de cara assim não parece que a história vai ter um desenrolar incrível. O roteiro é extremamente bem desenvolvido, sendo que optaram por mostrar coisas que só ocupavam espaço, mas que na verdade só deixou a experiência cada vez mais fantástica. Há momentos que realmente mostram o quão parado é a sensação do protagonista, monótona e desgastante em sua cabeça, sempre lutando sozinho e sem mais esperanças. A arte do filme é incrível, ou melhor dizendo, A DIREÇÃO DE ARTE DESTE FILME É FANTÁSTICA! Os desenhos são belíssimos, os personagens possuem traços que lembram a obra de Hergé, “As Aventuras de Tintim”. Os cenários, apesar de não variarem muito, são sensacionalmente fod*sticos! Cara, existem conexões entre lugares, existe biodiversidade, passagem do tempo… Alguns objetos e seres são produzidos em 3D, para possuírem mais fluidez, os modeladores optaram por utilizar a técnica de Cel Shading, que faz o 3D ter uma cara de 2D, o que pode ser estranho de vez em quando, já que pode ser visível a diferença entre os modelos do filme. Apesar de repetir muitas vezes as mesmas cenas e ser monótono, o filme nos mostra a beleza e o mistério no drama de ficar isolado em uma ilha deserta. Com produção gráfica linda e uma trilha sonora belíssima, “A Tartaruga Vermelha” é um “must watch“.

7.5 Bom
  • Enredo 6
  • Trilha Sonora 8,5
  • Roteiro 7
  • Animação 8
  • Fotografia 9,4

Compartilhe.

Sobre o Autor

Lucas Leite

Gamer desde sempre! Fã das séries The Legend Of Zelda e Dark Souls! Gosto muito de editar vídeos no Premiere e no Sony Vegas também.