[Crítica]- La La Land- Cantando Estações

0

Laland-trailer

Começou a época de premiação no cinema internacional. E como sempre são indicados ótimos filmes, nesse ano não foi diferente. O drama Musical La La Land – Cantando Estações ganhou 7 prêmios no Globo de Ouro. Nós do Recanto do Dragão já assistimos e vamos falar o que achamos desse filme.

La La Land sem dúvidas alguma ganhou mereceu ganhar os seus diversos prêmios, mas nem todos foram merecidos. Vamos começar falando de como o filme se desenvolve. O filme já começa de uma forma muito lenta, só que quando você acha que o filme vai pegar o jeito ele continua lento e quase que totalmente tedioso, o filme começa a aumentar e melhorar o seu desenvolvimento depois de quase 1 hora de filme. Até então muitos já desanimaram ou até dormiram.

Acho que uma das caracterizas mais importantes de filme no estilo musical é sua trilha sonora. Ahh, o que falar dessa linda trilha sonora? Ela é magnifica, com músicas de vários tipos de ritmo, além disso todas elas possuem alguma ligação com o filme. Sem dizer nas letras que são bonitas e envolventes. Caso você queira escutar a trilha sonora, ela já está disponível no Spotify ou você pode assistir clicando no vídeo logo abaixo:

A fotografia é algo espetacular nesse filme, os espaços usados foram muito bem aproveitados, criando assim uma experiência com a imagem muito melhor. Outra coisa que me agradou foi a escolha das palhetas de cores, que foram muito bem escolhidas, tanto para o figurino quanto para o cenário. Essa combinação de uma ótima fotografia, uma palheta de cores fantástica e um figurino maravilhoso fazem com que o filme se destaque em mais um aspecto

Uma das coisas que também se destacou positivamente foi o roteiro. Ele não é uma obra de arte, acho que ele não deveria ter ganhando o globo de ouro de melhor roteiro. Mas também ele não é ruim. O roteirista conseguiu unir o drama, comédia e colocar dentro de um musical, em quase todos os momentos isso do certo, mas em alguns momentos você acaba se perguntando qual é o gênero do filme. O que eu gostei também, foi a construção dos personagens principais que são muito envolventes e eu particularmente acabei me envolvendo tanto com a personagem da Emma Stone quanto o personagem do Ryan Gosling (ambos ganharam o Globo de Ouro como melhor atuação). Mas acredito que o mais fantástico foi a criatividade de fazer músicas que ajudam a entender a história em si e principalmente os sentimentos dos personagens.

Já a atuação me surpreendeu muito positivamente, faz tempo que eu não me envolvia com uma atuação, tanto a Emma Stone quanto o Ryan Gosling fizeram um ótimo trabalho com os seus personagens. Principalmente o personagem do Ryan Gosling rouba a cena a quase todo momento durante o filme. Já a personagem da Stone ela é muito boa, mas ela acaba em diversos momentos sendo indecisa, fazendo assim você pegar raiva da personagem. Porem ambos tiveram uma ótima construção.

Confira o trailer logo abaixo:

A ficção apresenta a história de Mia [Emma Stone], uma aspirante a atriz, e Sebastian [Ryan Gosling], um músico de jazz dedicado, que estão lutando para sobreviver em uma cidade conhecida por esmagar as esperanças e quebrar os corações. Ambientado na moderna Los Angeles, este musical original fala sobre a vida cotidiana e explora a alegria e a dor de um casal que persegue os seus sonhos.

MAS VALE A PENA?

No final La La Land é um filme magnifico, que para os amentes do gênero vale sim a pena gastar seu dinheiro para prestigiar esse filme no cinema. Na minha opinião esse é com toda certeza o filme do Oscar.

La La Land- Cantando Estações chega aos cinemas brasileiros em 19 de janeiro de 2017

 

90% Excelente
  • Roteiro 80 %
  • Fotografia 100 %
  • Trilha Sonora 100 %
  • Enredo 80 %
  • Atuação 90 %

Compartilhe.

Sobre o Autor

Amante cinematográfico, adorador de música, games e viciado em Star Wars, um amor que nunca será entendido. Em seu tempo livre gosta de comer, ler e ficar procurando um jeito de viajar para uma galáxia muito distante.