[Crítica]- Assassin’s Creed

0

maxresdefault (14)

Quando se trata de cinema e jogos sabemos que Hollywood faz bastante besteira, mas parece que o jogo está virando. Assistimos essa semana o primeiro filme da saga de jogos criado pela Ubisoft, o famoso Assassin’s Creed e vamos falar o que achamos dele.

Assassin’s Creed veio mostrar para o mundo que nem todos os jogos que são adaptados para o cinema são horríveis. O filme ele não é ruim, mas não é excelente. Vamos começar a falar sobre o seu desenvolvimento. O filme assim como o jogo ele é dividido entre duas épocas, ou seja, uma época em 2016 e outra que se passa em 1492 na inquisição espanhola. Os jogos sempre souberam dividir entre essas duas épocas, coisa que infelizmente o filme não seguiu. As partes do filme que acontecem em 2016 são totalmente chatas, lentas e te deixam com tédio, já as cenas em 1492 são rápidas, dinâmicas. Porem são poucas e fazem com que o espectador fique querendo mais. Assim pode se dizer que o filme conta a sua história de duas formas diferentes e totalmente opostas. E isso para quem não é acostumado com o jogo acaba em sua maioria estranhando e não gostando.

Já os efeitos especiais dos filmes são ótimos em questão de qualidade, porém não em diversidade. A Espanha antiga foi praticamente criada a base de efeitos. E ela é muito bonita e com bastante detalhes. Parecendo muitas vezes verdadeira. Outro ponto muito legal são as cenas de lutas que foram muito bem coreografadas e o melhor para mim são as cenas de parkour que são de tirar o folego de tão boas e reais que são.

A trilha sonora não é nada demais, tem a mistura de ritmos mais calmos para cenas com menos ação e ritmos eletrizantes para cenas onde a ação é intensa. Você pode ouvir a trilha sonora inteira tanto no link abaixo como no Spotify.

A história é um dos pontos mais complicados do filme. Já posso adiantar e dizer que o filme não tem nenhuma ligação com nenhum dos jogos. Ele tem sua história própria assim como seus personagens. Só que o maior problema é que a história do filme não é lá essas coisas. Primeiro que ela é muito mal contada e isso acaba prejudicando o entendimento total do filme, para aqueles que nunca tiveram contato com os jogos. Além disso não foi nada explorado o lado da guilda dos assassinos ou da inquisição espanhola. Sem dizer que na Espanha de 1492 não vemos nenhuma figura principal sendo um antagonista, só vemos aquela famosa disputa entre os cavaleiros Templários e a Ordem dos Assassinos. Isso e mais alguns outros pontos me fizeram perceber que os roteiristas tiveram pressa de fazer o roteiro e deixaram muitas pontas soltas e sem explicação. Assim somente quem jogou já os jogos da saga irá conseguir entender e acompanhar o filme até o final. Sem dizer que os personagens foram muito mal feitos e em sua maioria mal interpretados também.

Assim como eu falei logo acima eu achei muito ruim a atuação dos atores em geral. Sempre espero uma ótima atuação do Michael Fassbender que em um dos seus últimos filmes o Jobs foi indicado a melhor ator no Oscar. Porem isso não acontece nesse filme e ainda passa longe. Achei que os atores não se identificaram com seus personagens, transformando assim os personagens que poderiam se destacar mais em personagens interpretados por robôs.

Confira o trailer logo abaixo:

 

MAS VALE A PENA?

No final o que todos querem saber é se vale o preço do ingresso. Sim vale, se você quer ver um filme de ação com lutas de qualidade e não liga para o roteiro. Pode ir ver, não irá se arrepender. Principalmente se você for um fã da saga, isso irá melhorar sua experiência com o filme

 

Assassin’s Creed chega aos cinemas brasileiros em 12 de janeiro

62% Bom
  • Roteiro 50 %
  • Efeitos Especiais 80 %
  • Fotografia 70 %
  • Enredo 40 %
  • Atuação 60 %
  • Trilha Sonora 70 %

Compartilhe.

Sobre o Autor

Amante cinematográfico, adorador de música, games e viciado em Star Wars, um amor que nunca será entendido. Em seu tempo livre gosta de comer, ler e ficar procurando um jeito de viajar para uma galáxia muito distante.