[Análise]- Teclado Alloy FPS

0

HyperX ALLOY FPS_6

Estamos vivendo uma era onde os principais jogos são jogados pelas pessoas em seu PC. Cada vez mais os gamers estão usando máquinas parrudas para cada vez aguentar mais os jogos que são lançados. Mas o que adianta ter uma máquina de guerra em seu quarto mas não ter um teclado bom? Por isso vamos analisar o primeiro teclado da HyperX, o Alloy FPS. Confira a análise logo abaixo:

Confesso que eu não sou muito fã de jogar jogos no PC, mas quando surgiu a oportunidade tive que aproveitar, no começo eu achei muito estranho, mas é normal, uma pessoa que passou a vida inteira jogando em controles passar agora a utilizar um teclado focado para games é lógico que iria estranhar. Mas eu gostei bastante dele, principalmente do seu design que é robusto e bonito, suas teclas são grandes sendo assim ajudando um pouco na hora de clicar. Sem contar que ele é todo de metal reforçado, fazendo assim ele ser muito mais pesado do que outros teclados do gênero. Mas na hora de se locomover com ele não é tão difícil já que ele é muito compacto. O Alloy é um teclado que possuiu cabo USB, porém uma coisa muito interessante é que ele possuiu uma entrada onde você pode conectar seu celular e carregar ele enquanto joga.

As teclas são algo que me surpreendeu demais, o teclado é mecânico, e ele vem com switches mecânicos Cherry MX que suportam mais de 50 milhões de cliques e teclas retro iluminadas com LED vermelho com cinco níveis de brilho, além de modos personalizáveis. O teclado conta ainda com um recurso de desativação da tecla Windows, que evita interrupções acidentais, e tecnologias anti-ghosting e N-key rollover que reconhecem o uso simultâneo de múltiplas teclas e impedem a ativação de cliques indesejados. Porem uma coisa que acaba sendo não muito boa é a questão do barulho que ele faz, principalmente na hora que se aperta as teclas. Isso acaba sendo horrível para os gamers que dividem a casa com parentes ou amigos, já que uma pessoa em um cômodo do seu lado consegue escutar perfeitamente o barulho das teclas. Vale lembrar também que as teclas são muito resistentes, principalmente as W, S, A, D (teclas usadas em games de FPS principalmente) que vem texturizadas, fazendo assim essas teclas serem mais resistentes, já que a grande maioria vai usar essas 4 teclas mais do que o resto do teclado. O tempo de respostas das teclas são muito rápidas, bem mais rápidas do que dos teclados convencionais.

Já o preço eu achei um pouco salgado, ele está custando em média R$749,90, Ele é um ótimo teclado, porem isso é normal, já que ele é um gadget focado para games, principalmente para os gamers hardcores, mas para os profissionais acredito que esse teclado não seja a melhor escolha para se usar durante um amistoso ou até um campeonato.

Confira uma apresentação do Alloy FPS:

MAS VALE A PENA?

No final é isso que todos querem saber, se realmente vale a pena no meio dessa crise que o Brasil vive tirar do bolso 750 reais para comprar um periférico para jogar. E sim vale, porem ele é não é primordial para o seu jogo, ele irá apenas facilitar seu gameplay, não te fazer um mestre em determinado jogo. Mas se você é um jogador casual que só joga por diversão e não liga muito para equipamento esse teclado pode não ser que te agrade como outros que existem no mercado.

Especificações técnicas.

Teclado:
– Acionamento Cherry MX
– Tipo: mecânico
– Layout: Americano
– Backlight cor única, vermelho
– Efeitos de luz 6 modos LED e 5 níveis de brilho
– Tipo de conexão USB 2.0 (2 conectores USB)
– Passagem USB (apenas carregamento do telefone celular)
– Polling rate 1.000 Hz
– Anti-ghosting 100% anti-ghosting
– Função da tecla modos 6-key / N-key
– Controle de mídia
– Modo de jogo
– Dimensões aproximadas: 441,65 x 129,38 x 35,59 mm

Cabo:
– Tipo removível, trançado
– Comprimento 1,8 m

Cherry MX Blue:
– Força de acionamento 50 g
– Distância de acionamento 2,2 mm
– Confiabilidade 50 milhões de toques 

 

Esse produto foi disponibilizado pela HyperX para realização dessa análise

80% Muito Bom
  • Design 90 %
  • Teclas 80 %
  • Inovação 70 %
  • Funcionalidade 80 %

Compartilhe.

Sobre o Autor

Amante cinematográfico, adorador de música, games e viciado em Star Wars, um amor que nunca será entendido. Em seu tempo livre gosta de comer, ler e ficar procurando um jeito de viajar para uma galáxia muito distante.