[Crítica]- Doutor Estranho

0

st014

Você está pronto para mudar sua visão sobre o universo? Essa é a pergunta que é feita no filme Doutor Estranho, o ultimo filme de herói deste ano. O Recanto do Dragão já assistiu ao filme e vamos falar o que achamos dele logo abaixo em nossa crítica. Confira:

Doutor Estranho é um filme que mudou todo o universo Marvel no cinema! Vamos começar pelo desenvolvimento do filme que é um ponto não tão bom assim,  já que ele conta a história de uma maneira muito rápida, principalmente no começo do filme. Porém é normal o começo ser mais rápido e ao decorrer do filme ele fique mais lento, só que não é isso que acontece. As duas horas de filmes são bem dinâmicas te deixando em alguns momentos até sem folego.

Uma coisa que me surpreende nos filmes da Marvel é o uso dos efeitos especiais com uso de computação. E nesse filme não foi diferente, os efeitos presente nesse filme são um dos melhores filmes,  senão o melhor filme efeito especial que a Marvel já produziu. Os efeitos eles são bem feitos, coloridos e trazem a imagem dos magos conjurando os feitiços exatamente como os fãs viam nos quadrinhos. Assistimos o filme em IMAX 3D e podemos dizer que o 3D foi muito bem aproveitado nesse filme, fazendo com quem a tela gingante e os efeitos espetaculares tornem sua imersão durante o filme ainda melhor.

Se os efeitos especiais dos filmes da Marvel sempre são bons, o roteiro é algo inverso. Em quase todos os filmes eles são os que são menos trabalhados na pré-produção dos filmes. Muitas vezes são histórias rasas e que não se aprofundam em quase nada e principalmente nos personagens. Com Doutor Estranho é mais o menos isso daí. Desde o final do ano passado a Marvel tem melhorado (mesmo que quase nada) os seus roteiros, mas isso não salva totalmente a história desse filme que acaba sendo até bem fraca. Além do roteiro deixar um monte de buracos ao final do filme, e esses buracos poderiam ter sido fechados ao decorrer do filme. Percebi que o roteiro tem muita coisa que conta  em um período de tempo muito pequeno, então as informações atropelam uma as outras assim deixando o filme em algumas partes até meio confuso. O humor nos filmes de super-heróis da Disney é algo que chama atenção de qualquer fã de quadrinho ou de cinema. Eles conseguiram misturar as piadas e os momentos engraçados e encaixar com maestria nos momentos sério do filme, assim muitas vezes quebrando o gelo. E quase todas as piadas são precisas em questão do timing dela.

Já os personagens foi uma coisa que eu achei interessante, desde pequeno eu sempre tive uma admiração pelo Stephen Strange e o filme me mostrou exatamente o que o fã do personagem iria querer ver. Já os outros personagens são quase nada trabalhados, o vilão (ou o que deveria ser o vilão) Dormammu, não é nada aproveitado, ele aparece por quase 10 minutos e logo é derrotado pelo Strange. Assim fazendo com que seu poder mesmo que todos falando que é cósmico, parecer com mero mortal.

É obvio que não poderíamos deixar essa análise sem falar da atuação do Benedict Cumberbatch que como em todos os seus papeis ele consegue roubar de os demais atores. Ele consegue intercalar entre o personagem sério, irritado e bravo e no instante seguinte mudar para o lado do humor.

Confira o trailer legendado:

Stephen Strange (Benedict Cumberbatch) leva uma vida bem sucedida como neurocirurgião. Sua vida muda completamente quando sofre um acidente de carro e fica com as mãos debilitadas. Devido a falha da medicina tradicional, ele parte para um lugar inesperado em busca de cura e esperança, um misterioso enclave chamado Kamar-Taj. Ele logo descobre que o local não é apenas um centro medicinal, mas também a linha de frente contra a batalha de forças malígnas que desejam destruir nossa realidade. Ele passa a treinar e adquire poderes mágicos, mas precisa decidir se vai voltar para sua vida comum ou defender o mundo.

 

Doutor Estranho chega aos cinemas brasileiros em 2 de novembro de 2016

72% Bom
  • Roteiro 60 %
  • Efeitos Especiais 90 %
  • Fotografía 70 %
  • Atuação 80 %
  • Enredo 60 %

Compartilhe.

Sobre o Autor

Amante cinematográfico, adorador de música, games e viciado em Star Wars, um amor que nunca será entendido. Em seu tempo livre gosta de comer, ler e ficar procurando um jeito de viajar para uma galáxia muito distante.