Agora senhas compartilhadas do Netflix é crime nos EUA

0

erro

Já pensou em abrir o Netflix, e quando menos espera você cometeu um crime por compartilhar sua senha com um amigo?! Pois é, agora dividir senha é considerado crime nos EUA, não apenas só no Netflix, mas também Spotify e outro serviços de streaming.

O que ocasionou essa situação, foi o caso de David Nosal, um funcionário ‘Caça Talentos’, que trabalhava na empresa conhecida como Korn/ Ferry. Ele deixou a empresa em 2004, após seus superiores negarem uma promoção. Porém com a ajuda de seus ex-colegas e usando a senha da antiga empresa, eles tiveram acesso aos conteúdo privados com o intuito de usa-los em outras novas empresas.
A Lei de Abuso e Fraudes de Computadores, foi usada para abrir processo contra violações dos termos de serviços, porém a lei teve mais utilidade no caso de Aaron Swartz, um jovem programador que após ser acusado de fazer downloads de trabalhos e pesquisas de uma base de dados MIT, cometeu suicídio. Isso levanta uma questão importante, considerando isso, então os usuários do Netflix , HBO GO, Facebook que dividem as senhas também não estariam violando os termos? Exatamente. Com base nessa lei, você estaria cometendo um crime federal, ao compartilhar  a senha de qualquer aplicativo/site que passe a mensagem que a senha é pessoal e intransferível.

O juiz que participou do caso de David Nosal, ainda usa o exemplo de um marido compartilhando sua senha de banco com sua esposa ou vice-versa. Ou seja, se o Netflix desejar processar os usuários por compartilharem as senhas, ele pode fazer isso sem problemas nenhum.

É claro, muito provavelmente a plataforma de Streaming não vai nem pensar em fazer isso com os clientes que quebram o galho dos seus amigos. mas se você está com medo de violar alguma lei fique tranquilo que essa lei é exclusiva dos EUA.


Compartilhe.

Sobre o Autor

Gustavo Gianelli

Tão ocupado com Pokémon Go que ainda não teve tempo de arrumar sua biografia!