Campus Party 2016 – Entrevista com o criador de ‘Irmão do Jorel’

3
100_1280

Juliano Enrico o criador do desenho é o de bigode!

A Campus Party todo ano apresenta ótimas palestras, esse ano não foi diferente!
Neste post estaremos fazendo um resumo da palestra ministrada pelo brasileiro Juliano Enrico que é o criador do desenho animado “Irmão do Jorel” que está fazendo grande sucesso no canal Cartoon Network.
Juliano é  muito bem humorado e atencioso, tanto que cedeu uma entrevista EXCLUSIVA para o Recanto do Dragão! Obrigado Juliano, você é 10! E nós sentimos muito por demorar tanto tempo para lançar D:

O trabalho desempenhado por Juliano é muito interessante , tanto que durante a apresentação uma moça fez um comentário muito interessante, ela disse que gostava muito do desenho porque era um tempo que ela passava com sua filha e mesmo ela sendo adulta também achava o desenho interessante (de fato o desenho acaba atingindo todos os públicos, a maioria das pessoas que estavam lá eram fãs… E só tinha marmanjo!), ela agradeceu também porque no desenho o irmão do Jorel tem uma relação de amizade com a amiga Lara e segundo a moça, uma vez sua filha perguntou pra ela “mãe tudo bem eu ter um amigo menino e brincar de brincadeiras de menino?” ela acha importante desenhos animados quebrarem essa barreira que existe entre meninos e meninas na infância (percebam que ninguém tá falando de opção sexual, só amizade ¬¬”) e acho que todos concordam plenamente com isso!

Durante a apresentação um menino perguntou qual o nome do irmão do Jorel e Juliano respondeu!… Só pro garoto… E disse que era segredo… E pra ele não contar pra ninguém… MULEQUE DE SORTE!!!! Antes da entrevista, Juliano falou um pouco sobre o Irmão do Jorel, enquanto estava palestrando na Campus Party, e ele conta como entrou no Cartoon Network e como fez toda a “mistura” para o desenho. Confira:

Jorel é um rapaz que foi feito para ser perfeito, ele é bonitão, faz comercial de shampoo, tem vários fãs,  é bom em esportes e tudo mais, porém a série não é sobre ele, é sobre o irmão dele que tem a identidade quase que ocultada pela sombra do irmão mais velho e acaba sendo chamado apenas de “Irmão do Jorel”.

Uma coisa que sempre me perguntam é como consegui chegar no Cartoon Network. Foi através de eventos e eu inscrevi um projeto no pit do Cartoon, mas antes disso eu comecei em 2003 fazendo tirinhas na fotolog, eu usava fotos que achava estranhas da minha família e vi que muita gente se identificava com isso.

A ideia do desenho era partir de experiências pessoais para cobrir experiências de todos.

Agrupei elementos de épocas diferentes da vida dos personagens, por exemplo, juntei a época que meu pai tinha um cabelo mais bagunçado com a época que ele usava bigode para ficar mais legal. Descobri que depois que você começa mesmo no mundo dos desenhos animados, sua vida passa a girar em função disso e você entra em um turbilhão, mas quando gosta, se torna divertido!

100_1281

Entrevista

Qual você acha que é o maior diferencial de Irmão do Jorel?

É ser igual a tudo que um adulto foi um dia. O desenho aborda coisas do absurdas do cotidiano, é lógico que há um exagero para criar um clima engraçado, mas as experiências mostradas são bem próximas do que vivemos, isso gera um tom de comédia e trás boas recordações para o público mais velho, por exemplo, todo mundo tem ou já teve uma avó ou algum outro parente mais velho parecido com a vovó Juju ou a vovó Gigi

Assisti alguns episódios de “Irmão do Jorel” e gostaria de saber, qual a neura com palhaços?

Medo de palhaços é um trauma bem comum e também, todo mundo fala que palhaços são meio estranhos. Quando eu era criança eu participava muito de teatros, então sempre tive um certo apreço por seus personagens…. Isso me lembra que uma vez um palhaço me assaltou (nesse momento da entrevista houve uma pequena pausa dramática, Juliano se encontrava perdido em pensamentos)… Eu era pequeno, pedi um balão e paguei, ele disse que ia buscar… Nunca mais voltou 🙁

Palhaçõs

Você teve alguma inspiração para criar o desenho?

Os personagens alguns eu fiz seguindo meus gostos mesmo, outros foram inspirados em pessoas reais que marcaram e que ainda marcam a minha vida, alguns filmes e séries e cultura pop consumida em geral, em especifico Flapjack e Apenas um Show

Qual o próximo passo?

Fechar vivo a segunda temporada e ampliar o universo do desenho explorando as histórias dos personagens, criar quadrinho, etc… Nossa… Uma palhaço me roubou… 🙁

Você acha que os brasileiros estão ganhando espaço no mundo da animação?

O mercado precisa de mais animadores, storyboarders, animadores que queiram explorar a animação tradicional com cut-out, existe muito espaço para esse tipo de profissional, identidade própria é bom, os desenhos latinos estão começando a entrar agora , porém temos que criar um ambiente no desenho que seja global e não ficar só no cultural, destacar alguns aspectos da nossa cultura é ótimo! Mas como tudo, tem que ser moderado.

Irmão do Jorel

Você teve algum tipo de incentivo do governo?

O desenho é feito através do incentivo da ancine.

Você tem algum outro projeto?

Tenho “O Último Programa do Mundo” que faço com o Daniel Furlan, comecei quando trabalhava na MTV.
Tem também uma série do Canal Brasil chamada “Décimo Andar”, não fui eu que criei, eu só atuei, O criador se chama Caito Mainier.

Bom, esse foi nosso resumo da palestra e entrevista de Juliano Enrico na Campus Party 2016, espero que tenham gostado, nós do Recanto do Dragão gostaríamos de agradecer imensamente a ajuda de Juliano (e pedir desculpas por lembrar de algo meio chato de sua infância), assistam “Irmão do Jorel” no Cartoon Network e não deixem de conferir as outras reportagens sobre a Campus Party 2016!

 


Compartilhe.

Sobre o Autor

  • Peter Griffin

    Primeiramente, fora Temer

    Atualmente, O Irmão de Jorel é o meu desenho preferido

  • Fernanda Pinheiro

    Muito bacana! Mas deixo uma dica: evite a repetição excessiva de palavras… Em apenas um parágrafo você usou “interessante” três vezes.
    No mais, parabéns pelo trabalho. Que a força esteja com você! 😀

    • Obrigado Fernanda! Vamos nos esforçar para melhorar! 😀