[Entrevista] Desenvolvedoras de Jogos Indie no Brasil – Parte 1

3

Indie

O mercado de jogos indie está crescendo no Brasil, com empresas como a Behold Studios e o Estúdio de Criação Dumativa, responsáveis pelos jogos Chroma Squad e A Lenda do Herói, respectivamente. Com isso em mente, nós do Recanto do Dragão decidimos conversar com representantes de dois estúdios indie: Lucas Thiers, game designer da Double Dash Studios, e Caroline Souza, fundadora da BlackRose Studios. A Double Dash Studios está trabalhando no seu mais novo jogo Racket Boy e já tem alguns poucos jogos no seu currículo, enquanto a BlackRose Studios está ainda em suas etapas iniciais, no começo do desenvolvimento de seu primeiro jogo. Nesta primeira parte, estaremos conferindo a entrevista com a representante da BlackRose Studios!

blackrose

Logo da BlackRose Studios

Recanto do Dragão: Primeiramente, poderia contar um pouco sobre a história do seu estúdio e o trabalho lá?

Caroline Souza: Nosso estúdio, a BlackRose, foi fundada há pouco tempo, no mês de agosto de 2015. Eu sempre gostei muito de histórias e sempre gostei de criar as minhas próprias! Desde pequena eu já conhecia o mundo dos games, mas não tão a fundo, e até mesmo hoje em dia ainda estou conhecendo muitas coisas incríveis que perdi na infância, pois eu não jogava muito, só tinha um Mega Drive e algumas fitas! Graças ao meu cunhado, inicialmente, eu conheci bastante coisa sobre games, e algum tempo atrás conheci alguém especial que me fez gostar e entrar definitivamente no mundo dos games. Tanto ele quanto eu temos grandes ideias, mas não sabíamos o que fazer e como torná-las reais! Conhecemos muitas pessoas que se tornaram amigos e tinham o mesmo sonho! Então, alguns meses atrás, eu conheci a prima de um amigo de infância e fiquei sabendo que ela queria fazer um game pra celular. Sendo assim eu me juntei a ela pra compartilhar ideias, então decidimos criar uma equipe, e chamei mais amigos que já tinham seus projetos e sonhos pra trabalhar conosco! Desde então foi fundada a BlackRose, graças a Vivia, minha amiga, Nicolas, meu amigo de infância e Thiago, meu namorado!

O trabalho aqui ainda é algo que estamos aprendendo conosco mesmos! Pois exceto Vivia, Nicolas e Thiago, não nos encontramos pessoalmente para trabalhar, então fazemos tudo pela internet! Somos muito novos nessa área e estamos aprendendo com nossas ações e motivação, e fazendo o que podemos pra manter uma boa organização e trabalhar! Um grande amigo que conheci a pouco tempo e entrou na nossa equipe foi o Paulo, ele nos motiva sempre a seguir em frente e também nos dá conselhos muito bons quando não sabemos o que fazer!

RD: O BlackRose Studios está nos primeiros passos ainda, certo? Até onde vocês já chegaram? Quais são as suas expectativas?

CS: Bem. Nos pegamos uma época meio difícil de começar, final e inicio de ano! Tudo foi muito movimentado com as festividades e ficou meio dificil fazer alguma coisa nesses ultimos dias especialmente! Porem agora já passou e estamos retomando nossas produções. Até agora nós bolamos ideias e alguns métodos de organização da produção! Estamos no momento na etapa conceitual do nosso primeiro projeto, que é onde bolamos todo o conceito do jogo, como arte, atmosfera, roteiro, concept arts e um storyboard! Logo passaremos para a etapa prática, onde o jogo realmente terá algo concreto. Nossas espectavas são de lançar em no máximo 2 meses um conteúdo, e realmente está dando trabalho já que nunca tínhamos feito um projeto desse jeito antes!

RD: O que você acha do mercado indie no Brasil?

CS: Ainda não tenho muita experiência com o mercado indie, mas vejo que muitas grandes ideias de pessoas comuns e pessoas mais experientes surgem, porém elas infelizmente acabam não tendo a repercussão que merecem! Acabam ficando conhecidas por poucas pessoas ou somente pessoas que realmente pesquisam sobre o assunto. Mas ao mesmo tempo creio que está mudando aos poucos. Com certeza logo muito mais brasileiros terão grandes chances de serem internacionalmente conhecidos pelo seu trabalho!

indie

RD: Como é criar um estúdio de desenvolvimento de games?

CS: Hm…. É talvez como iniciar um grande sonho e a cada passo já se ver no topo! É uma experiencia totalmente nova pra mim e com certeza pra minha equipe também! Venho percebendo que também não é nada fácil, diversas coisas acontecem que as pessoas que não possuem experiencia nem imaginam que vão acontecer! Já passei por momentos difíceis em relação a isso, até mesmo duvidando se realmente conseguiria, e ainda estou de pé com meus amigos, e com certeza estaremos daqui pra frente! Aprendi em um curto período de tempo coisas que nunca aprendi em anos! E isso no início foi difícil, pois tanta informação me confundia e me assustava, mas ninguém disse que seria fácil, e ai está a graça! Afinal, nenhum jogo fácil demais é tão legal! A dificuldade só faz a vitória ser mais doce, e a XP maior 😛

RD: Quais são os planos para o futuro?

CS: Nossa meta é sermos internacionalmente conhecidos! Mesmo em um futuro que não sabemos se é distante ou próximo é o que queremos. Temos muitas ideias pra diversos jogos que faremos, muitos projetos de variados tipos. No momento, estamos começando com algo mais simples para ter uma ideia do que realmente devemos fazer! Queremos montar nossa empresa indie, para trabalhar de uma forma que favoreça melhor nossa equipe e permita que tenhamos liberdade e capacidade pra fazer nosso melhor!

RD: Você tem algum recado para quem quer começar a trabalhar com jogos?

CS: Hm, com certeza eu tenho! Pra você que quer trabalhar com jogos, bem, não sei exatamente o que dizer, pois ainda não tenho experiência de fato na área, mas, acredite, esteja preparado pra muitas coisas inéditas que acontecerão, porem não significa que são más, pelo contrario! Muitas ideias tive pra meus projetos nessas horas. E provavelmente você vai uma hora pensar “será que consigo?”, “Isso foi feito pra mim?”, “tem muita informação na minha cabeça, não sei se consigo entender mais”, mas não se preocupe, isso é só um teste feito por você mesmo em sua mente, continue! Não dependa de ninguém pra nada, somente da sua capacidade, e Deus, pra quem acredita! Se você chegou tao longe, não faria sentido não ser seu futuro! Bem, teria muito mais a dizer, mas não sei como dizer! Muito obrigada por esta oportunidade de contar mais sobre nos! A BlackRose agradece e deseja sucesso a todos!

RD: Muito obrigado pelo seu tempo! Tem alguma palavra final que você queira dizer pra quem está lendo?

CS: Pessoal, está é nossa page de nosso estúdio! Confiram! Logo postaremos conteúdo para vocês conhecerem nosso trabalho!
https://www.facebook.com/blackrosegamerworld/?fref=ts

Conheça também a pagina parceira do nosso grande parceiro, Paulo, com seu jogo Danger!
https://www.facebook.com/Danger349/?fref=ts

Agradecimentos de nossa equipe: Vivia (Modeladora); Nicolas (Sound Design); Thiago (Testador); Amanda (web Design); Iury (Roteirista); Iori (Programador); Paulo (pesquisador), Caroline (Fundadora; game designer e compositora)

RD: Obrigado! Até logo e boa sorte para todos vocês!

A Carol nos enviou esta montagem com os membros da equipe BlackRose!

E aí, o que acharam? Fiquem ligados, que em breve postaremos a entrevista com o representante da Double Dash Studios!


Compartilhe.

Sobre o Autor

Rafael Ferreira

Engenheiro, gamer, headbanger e assistidor de anime. Também é compositor e produtor como passatempo.

  • Itacha Uchiha

    Olha eu no #Print XD ~Caroline

  • Vivia Machado

    Adorei o conteúdo da entrevista! Itacha (Carol) Mandou bem! Estamos trabalhando a todo Vapor pra agradar a Todos! Sejam Bem Vindos a nossa Pagina https://www.facebook.com/blackrosegamerworld/?fref=nf
    Obrigado ao RECANTO DO DRAGÃO por essa oportunidade de nos apresentarmos!

    • Itacha Uchiha

      XD