Squaresoft vs Square Enix: mudanças estratégicas e “época dourada”

0

760px-Square_Enix_logo

A Square Enix, como conhecemos hoje, mudou sua administração de forma cruel. A mudança é sempre boa quando administrada da forma correta, mas que foi sendo perdida com o tempo, também pela visão do mercado e crescimento do ocidente como potencial geral para os games atualmente. A famosa “inversão de mercado”, na qual nos 80 e parte dos anos 90 pertencia quase exclusivamente ao mercado oriental como força bruta.

A Square Enix hoje se mantém como dois expoentes de sucesso em termo de marca: Final Fantasy e Kingdom Hearts. Os outros ela preferiu seguir para a linha apenas de distribuição, aparentando não correr o risco e verificando talvez o gasto de produção. Final Fantasy é o que se mantém dividindo cada vez mais, pois é uma série que nasceu enquanto ainda era simplesmente chamada de Square Co. e com mudanças administrativas, os jogos foram tomando formas mais diferentes e peculiares, perdendo um pouco a essência de certas coisas. O caso mais recente foi de Final Fantasy XV que tive oportunidade de jogar a demo, na qual utilizei apenas dois botões, exceto o de mapa e o direcional em si. Quadrado para atacar ao estilo God of War e o triângulo para recuperar vida. Isso também é importante ser ressaltado para mostrar a ênfase dada ao ocidente pela “inversão de mercado” que citei logo no início do artigo.

Squaresoft_Logo

Agora indo para Squaresoft/Square Co., na época em que a empresa estava à beira da falência, Final Fantasy foi criado com intuito de salvar a empresa. A partir daí, a empresa seguiu uma linha de sucesso positivo e de séries de qualidade. Parasite Eve foi considerado uns dois melhores RPGs da época. Sua utilização de hardware e segmento da linha mais oriental e com base no Visual Novel com uma qualidade única de desenvolvimento fez com que o jogo se tornasse um sucesso. Chrono Trigger até hoje é considerado um dos melhores RPGs da história junto com Chrono Cross. Legend of Mana é um game que passa longe da crítica negativa e jogos/séries eram criados de uma forma mais fácil. Também é importante constar o atual gasto para desenvolvimento no mercado atual de consoles. O que complica mais ainda a situação.

Conclusão: com a mudança administrativa por conta da massa e mudança de mercado para o ocidente, pela questão de gasto de desenvolvimento e pela questão de perda essencial desde sua administração, a Square Enix passa por um momento não tão raro no mercado.

Se eu tivesse que chutar o que iria acorrer casa a Square fechasse, o que não é tão provável, as equipes iriam se dividir para criação de projetos únicos via Kickstarter ou semelhantes.


Compartilhe.

Sobre o Autor

Lucas Hinz

Compositor independente, fascinado por jogos e estuda por lazer, trabalha com fluxos formalmente e pretende se tornar diretor fonográfico.