3 Jogos indie inovadores para uma ação rápida!

0

Indie

Geralmente, quando se fala em jogos indie, a primeira coisa que vem à mente normalmente é um puzzler 2D com algum elemento de gameplay inovador, uma história demasiadamente pretensiosa por trás e gráficos “artísticos”. Todavia, como jogo indie é um termo que descreve qualquer jogo feito por estúdios independentes, o risco de se perder excelentes criações com esta percepção é muito grande.

Hoje, estou trazendo alguns jogos indie cujo atrativo é a simples diversão rápida, mas que trazem novidades tão grandes quanto seus irmãos mais “artistas” e separam-nos dos demais games do gênero a qual fazem parte, mais ou menos o que Splatoon andou fazendo. Que fique claro: eu não joguei nenhum dos jogos mencionados (e não é por falta de vontade), portanto não posso dar conta de descrever a experiência que os jogos trazem, apenas me baseando em informações encontradas na internet e no Youtube.

Inovação e novidade é o ponto chave; portanto, não incluí o recém-lançado Rivals of Aether (ainda que em caráter de “Early Access”), embora seja uma boa recomendação para quem gostar dos jogos abaixo listados.

One Finger Death Punch

Quem é velho o suficiente na internet já assistiu as animações em flash da série Xiao Xiao, onde bonequinhos palito lutam kung-fu até a morte, com animações divertidas, fluidas e sangrentas, além de muito criativas.

One Finger Death Punch, desenvolvido pelo estúdio Silver Dollar Games, leva exatamente este conceito para o seu jogo (e, inclusive, cita Xiao Xiao na descrição do jogo em sua página da Steam), em qual você é um boneco palito que derruba legiões de palitos oponentes. O que chama mais a atenção é como a mecânica do jogo funciona; o game é jogado com apenas os botões direito e esquerdo do mouse (ou dois botões em um joystick), e devem ser usados para golpear seus oponentes em sequência. O jogo é em 2D, e os inimigos vêm dos dois lados. O jogador deve dar conta de todos na sequência certa (mais ou menos como um game rítmico) para não apanhar. Se você errar um golpe (atacar quando não tiver um inimigo próximo na direção do comando realizado), você ficará vulnerável, e assim o jogo é feito de forma a evitar aquele “esmagamento de botões”.

O jogo ainda conta com vários modos de jogo, inimigos que reagem de forma diferente aos seus ataques, armas, chefes e mini-chefes – ambos que exigem uma combinação de ataques dedicada – e ainda técnicas especiais para seu personagem. Com um audiovisual fantástico e que deixaria Zhu (criador de Xiao Xiao) orgulhoso.

Além de Windows, One Finger Death Punch está disponível também para Xbox 360, iOS e Android.

Nidhogg

Nidhogg, desenvolvido pela Messhof, é um jogo um pouco difícil de explicar com palavras. Nele, dois jogadores assumem lados opostos, e devem participar de uma luta de espadas. Após o primeiro golpe fatal, o vencedor pode correr à frente, toma controle da câmera enquanto o jogo se torna um side-scroller, e seu objetivo é passar algumas telas e chegar ao final, onde ele é comido por uma criatura gigante, o Nidhogg do título (só não fique muito focado na parte do “ser comido”… isso não é importante pro jogo, que é meio doido).

O perdedor do último embate, porém, reaparece como outro guerreiro mais à frente, e tenta impedir o progresso do jogador com o controle do fluxo. Se conseguir matá-lo, o controle muda para o agora vencedor, e ele precisa começar a correr na direção oposta. O melhor jeito de definir o game é um cabo-de-guerra de duelos de espada, em qual os dois jogadores se enfrentam tela após tela para chegar ao extremo oposto. É uma espécie de híbrido entre jogo de luta e side-scroller de ação.

O combate do jogo também é perfeitamente adaptado para esse tipo de ação. Os dois lutadores empunham, inicialmente, espadas, e podem posicioná-las em três alturas diferentes, em defesa ou ataque, e também podem pular, atacar com um chute aéreo, ou se esquivar rolando de ataques altos. Se atingido por este chute, ou, durante uma estocada, colidir com uma estocada equivalente do inimigo, o jogador perde sua espada, e tem que lutar de mãos vazias, ou pegar uma espada no chão decorrente de lutas anteriores na mesma tela. Um guerreiro sem espada corre mais rápido, e pode alcançar um oponente se deslocando à vitória. Por fim, a espada pode ser arremessada, caso não seja possível alcançá-lo a tempo. De qualquer forma, há muitas opções tanto para o jogador com a vantagem quanto o que está na defesa.

Visualmente, Nidhogg tenta evocar, de certa forma, o estilo visual do primeiro Prince of Persia, com objetos monocrômicos e desenho simplificado. É uma escolha que ajuda a manter a atmosfera descompromissada, mas divertida, do jogo.

Nidhogg está disponível para Windows, OS X, Playstation 4, Playstation Vita e até no pouco conhecido Playstation TV.

Lethal League

Imagine um jogo de luta em arena, estilo Super Smash Bros ou Jump Super Stars, com a diferença que você não pode atacar o oponente diretamente. Tal jogo é Lethal League, desenvolvido pela Team Reptile. Neste game, os jogadores têm que eliminar os demais acertando uma bola de baseball neles. Esta bola é o objeto central do jogo, e todos os desafiantes (até quatro ao mesmo tempo) estarão simultaneamente tentando dar uma tacada na bola para aumentar sua velocidade e dificultar a vida dos oponentes; o jogador leva o golpe se a bola encostar nele sem que ele rebata, ou sem ter sido o último a rebatê-la, e quando isso ocorre, ele sai da partida até que só reste um, e aí todos voltam para um próximo round. O jogador é eliminado definitivamente quando é atingido um certo número de vezes, e a partida termina quando todos menos um forem eliminados.

Estilisticamente, o jogo é impecável. Não apenas o estilo audiovisual que o jogo assume, mas o próprio ritmo frenético das lutas. A bola, alvo do jogo todo, fica mais rápida a cada tacada, e pode chegar a velocidades absurdas, a partir de qual o jogador oponente deve usar de toda a sua astúcia para conseguir acertá-la no tempo certo e na posição certa. Também há vários personagens disponíveis, cada um com suas características. Com mais de dois jogadores, as partidas podem ser em equipes ou cada-um-por-si.

Lethal League está disponível para PC através da Steam.

 

E pronto! Se tiverem mais sugestões de jogos do gênero, não hesitem em comentar!


Compartilhe.

Sobre o Autor

Rafael Ferreira

Engenheiro, gamer, headbanger e assistidor de anime. Também é compositor e produtor como passatempo.