[Matéria] Campus Party Brasil 8

0

Cpr1

Da nossa série, estamos atrasados de novo, confira a matéria de nosso editor especial (que não tem nada de especial) fazendo a cobertura da Campus Party!

Já é tradição realizar a Campus Party todo ano, ela é um evento considerado um dos maiores acontecimentos tecnológicos do Brasil. Nesse evento vários temas com relação a computadores e tecnologia em geral são tratados (internet, jogos, simuladores, novas tecnologias, entre outros), mas o maior foco são os temas relacionados à computação de um modo geral. Pra quem assistiu e se lembra da novela “Geração Brasil”  (Sério Erick? Novela cara? ) a Campus Party se assemelha em grade parte ao evento ocorrido no inicio da novela onde Jonas iria palestrar e acabou sendo hackeado por Manuela, que trocou sua apresentação por um vídeo onde ela pedia um emprego para Jonas.

Os maiores diferenciais da Campus Party são as palestras e a possibilidade de dormir no evento… Sim, Na Campus Party podemos dormir no evento! Mas é claro que nesse caso você teria que comprar um pacote diferente e esse pacote se esgota MUUUITO rápido, são dezenas de pessoas que sonham em dormir lá e que ficam no aguardo para conseguir uma vaga. As pessoas que dormem na Campus estão sempre munidas de um computador e barraca, porque para dormir no evento você deve levar sua própria barraca, o computador seria para uso próprio, afinal de contas o que é um Geek sem sua máquina de surfar na internet? O evento disponibiliza chuveiro para os visitantes que passarem a noite e não é obrigatório comprar a comida lá dentro, é possível sair, comprar algo e depois voltar, os que adquiriram esse pacote também tiveram direito a uma refeição self-service. Existe uma área separada onde o “acampamento” é montado, nesse local as pessoas são orientadas a não fazerem muito barulho, pois, é uma zona de descanso e obviamente só quem dorme no evento que tem acesso.

A Campus Party desse ano também trouxe uma atração muito apreciada pelo público, a “batalha de robôs”. A equipe que se apresentou foi a “Uai!rrior” da Universidade Federal de Itajubá, lógico que as pessoas assistem ao show para ver um massacre de robôs, porém tem muito mais por trás de tudo isso! Segundo Guilherme Nascimento de 25 anos que é o capitão da equipe “hoje em dia contamos com uma equipe de 25 membros, temos 19 robôs de varias categorias como por exemplo de combate e de busca e salvamento. os robôs variam de 55 kg a 14 kg. Um dos nossos Robôs tem a capacidade de captar imagens, fizemos algumas alterações e agora ele pode detectar rachaduras, essa tecnologia vem sendo aplicada na detecção de rachaduras em asfalto, diminuindo os custos de reparo. Grande parte da tecnologia que usamos aqui vem sendo aplicada em drones para salvamento”.

Cpr2

Alguns jogos também estavam disponíveis para serem testados, e a melhor parte é que era tudo gratuito, bastava pegar a fila e se divertir, os participantes do evento puderam jogar o “Walk this Way Just Dance 2015” da plataforma Xbox 360 usando o Kinect, a parte mais legal desse jogo é que quem está de fora olhando acaba se divertindo tanto quanto ou até mais do que quem está jogando, é muito engraçado ver as pessoas tentando fazer uma coreografia em grupo e errando tudo, o erro ficava mais evidente ainda porque a tela do jogo estava exposta em um telão, mas tudo é brincadeira então ninguém acaba passando vergonha, por mais ridículo que fique jogando hehe. Já na parte de simuladores, você podia se sentir um Airton Senna da vida jogando Fórmula 1, eu pessoalmente testei esse jogo e a parte mais interessante é que você jogava contra outra pessoa então era uma disputa bem bacana, durante a corrida contra meu oponente eu usei toda minha habilidade em jogos de simuladores e posso afirmar com toda certeza, eu era o Airton Senna jogando! Só que infelizmente eu bati na primeira curva… E em todas as outras curvas também… E em algumas retas… Bom, na verdade eu não sei porque, mas, me lembrei da época que eu era criança e ficava caindo quando tentava andar de bicicleta sem rodinhas D=. Meu oponente acabou ganhando, acho que ele estava usando Hack!

cpr5

Além do simulador de fórmula 1 também haviam simuladores de helicóptero de guerra (sim, você atirava e voava ao mesmo tempo, e sim, dava para ver nos olhos de quem estava jogando o seu “Rambo” interior), nesse jogo a cadeira que você jogava se inclinava e racionava conforme , outro simulador disponível era o de avião… A nossa sorte é que esses caras não são pilotos reais, acho que nem jogando GTA alguém conseguiria fazer tantas barbaridades com um avião, todos os voos que assisti pareciam o voo da TransAsia que caiu no rio em Taipei e que acertou um carro.

Mas simuladores não eram os únicos jogos! Também era possível participar de Quizzes e concorrer a prêmios, em um dos Quizzes se você respondesse todas as perguntas corretas você poderia levar para casa um laptop, as perguntas eram sobre a área de informática, então nem me arrisquei a tentar, se fosse sobre mecânica eu tentaria sim, e digo mais, grandes chances de levar o laptop pra casa! durante minha permanência no evento eu não vi ninguém conseguir responder tudo corretamente. Outro jogo que também distribuía prêmios era

Era possível testar os Óculos Rift de realidade virtual, eu testei e adivinhem só? Eu não fiquei cambaleando enquanto via o vídeo da montanha russa! HA! EU TOMO MINHA VITAMINA! (Vitamina… ) Mas outras pessoas por outro lado… Haha, tinha vezes que os organizadores do estande tinham que ficar preparados para segurar as pessoas, dava pra ver a expressão de pavor na cara de algumas delas. Esse óculos tem um funcionamento bem simples, basta você colocar seu tablete no suporte da frente e executar o programa, o óculos dá a impressão que você está dentro do ambiente e segundo o organizador, ele só custa 99 reais.

cpr6

Mas nem tudo na campus era voltado para a diversão em si, sim, a Campus é sim também um lugar de negócios! como prova tivemos a presença marcante do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), o Sebrae foi o desenvolvedor de diversas atividades e palestras com foco em empreendedorismo durante a Campus Party, como se já não bastasse o ótimo trabalho que faz no dia-a-dia, fez questão de marcar presença nesse grande evento e eu espero de coração que tenha conseguido dar um norte a todos esses jovens sonhadores que pretendem se tornar alguém de sucesso.

O Sebrae não foi a unica atividade de cunho empresarial, foi criada uma área exclusivamente dedicada a Startups! Para quem não sabe, Startups são grupos de pessoas que estão começando a desenvolver suas idéias e pretendem criar um negócio, nessa área da Campus Party empresas podiam interagir diretamente com os aspirantes à empresários e caso achassem interessante, investir em seus negócios. A área de Startups era uma seção mais reservada, só quem tinha um pacote diferenciado podia frequentar (empresas, imprensa, organizadores e outros do gênero), mas mesmo assim era uma área extremamente importante porque é um incentivo a criação de novas empresas e também mostra que pequenas ideias podem gerar gigantescos resultados, qualquer um pode começar uma Startup e em um ambiente como a Campus Party onde a tecnologia está em todos os pontos, é o local ideal para expor projetos e acima de tudo inspirar novas mentes a se tornarem grandes empreendedores de sucesso!

Mas como já foi dito, o ponto alto da Campus Party mesmo são as palestras! Durante todo o evento vários palcos diferentes (6 ou mais, não cheguei a contar) exibiam uma palestra atrás da outra, e todas eram com temas relacionados a jogos, internet ou tecnologia no geral. Não havia pausas, os intervalos entre um e outro era só para arrumar a próxima apresentação, e as palestras não eram qualquer coisa, eram palestras de alto nível e com pessoas famosas, como por exemplo Miguel Nicolelis que foi o desenvolvedor do exoesqueleto que deu o chute inicial da Copa do Mundo (nós inclusive o entrevistamos pessoalmente)! O Recanto do Dragão assistiu algumas palestras e estaremos postando o resumo de cada uma e com entrevistas com os respectivos palestrantes, não percam!

cpr7

Bom, para finalizar vamos aos prós e contras, quero deixar claro que nos “contras” estou fazendo criticas construtivas e com o intuito de orientar uma pessoa que queira visitar o evento no futuro, não é simplesmente falar mal por falar e nos “prós”, vou destacar alguns pontos mais notáveis e algumas coisas que ainda não comentei.

Contras:

  • Não havia local para comprar lembrancinhas ou coisa do tipo;
  • Não é um evento interessante para levar toda a família porque não há necessariamente diversão para todos, a parte dos simuladores é pequena, não tem gente fantasiada como em outros eventos, os workshops são mais sérios então se você levar uma criança, ela vai acabar ficando entediada e vai querer ir embora logo;
  • O preço da comida é muito alto (fala sério, 6 reais por uma coxinha? Próxima eu mando um lanche de casa para você!);
  • Se você não entende muito dos assuntos abordados, talvez fique um pouco deslocado e acabe não se divertindo muito;

Prós:

  • Estrutura excepcional! Tudo estava muito bem organizado e bonito;
  • Tinha ônibus gratuito que te transportava da saída do evento para a estação de trem;
  • As palestras eram de ótima qualidade;
  • Se você quisesse se sentar, acharia um lugar fácil… Mas porque isso seria um pró? Em vários eventos você acaba andando muito e podem ter certeza, a falta de lugar para se sentar incomoda! nesse evento não faltou lugar para sentar, com exceção das palestras, lá geralmente os lugares estavam todos ocupados;
  • Mesmo com muitas pessoas visitando a Campus Party, havia espaço de sobra para caminhar;
  • Ótimo lugar para divulgar sua empresa e/ou achar um investimento interessante;
  • 100% ideal para Geeks!

 

Bom pessoal, espero que tenham gostado do nosso artigo sobre a Campus Party desse ano, visite também nossos outros artigos referentes ao evento onde faremos um resumo de algumas palestras e também disponibilizaremos a entrevista com o palestrante. Até a próxima!


Compartilhe.

Sobre o Autor