A batida de martelo da Sony

0

sony-logo-Copy

Sabemos que a estratégia do Xbox One falhou miseravelmente durante seu anúncio mostrando coisas fora do foco de jogos, de suas proteções e tudo mais. Disso a Sony aproveitou e jogou a seu favor e ela foi ovacionada por vários segundos, mas o que vimos durante o PlayStation Experience (temos o resumo aqui no site), foi literalmente uma batida de martelo da Sony (ou a escavação para o túmulo do Xbox One) com o anúncio de exclusividade para console (tirando o PC) do Street Fighter V. A questão não é apenas por ser exclusivo e aproveitar o erro do Xbox, mas sim pegar um jogo extremamente poderoso e aliar com um console que está com uma ascensão impressionante. Street Fighter IV foi um jogo que vendeu 4.000.000 de unidades no mundo apenas na plataforma PlayStation 3, segundo o site VGChartz. Também sabemos que é um jogo que abrange tanto o ocidente quanto o oriente e que ele se expande para uma geração inteira. O poder de Street Fighter aliado ao PlayStation 4 que está na frente, está em ascensão e que aproveitou o marketing, fará com que o Xbox One se torne mais insignificante para alguns jogadores e seja uma escolha decisiva para aqueles que não usam dinheiro para o PC, mas sim com um console.

Segundo a Microsoft, durante um pronunciamento, essa situação terá troco. Lembrando que aqui mesmo no site temos quase a confirmação de que The Rise Of The Tomb Raider será exclusivo de Xbox One e talvez vá para o 360, provavelmente como versão inferior.

Essa competitividade, ao contrário do que muitos não querem, é extremamente importante para o crescimento da competitividade e o mercado de consoles, pois faz com que a empresa reaja e crie métodos para tentar criar e comprar um produto melhor para fazer o jogador comprar um console específico.


Compartilhe.

Sobre o Autor

Lucas Hinz

Compositor independente, fascinado por jogos e estuda por lazer, trabalha com fluxos formalmente e pretende se tornar diretor fonográfico.