Conheça o misterioso buraco que apareceu do nada na Sibéria

2

inside-long-crater

Essa fica difícil até para começar o texto! Recentemente surgiu um buraco gigantesco do nada na Sibéria, Rússia Tem que ser lá. Ainda não tem muito detalhes sobre o que é esse buraco, e o perigo que ele pode representar. Enquanto os cientistas tentam descobrir o que realmente é o buraco, a equipe do Siberian Times foi ao local – que eles chamam de “a cratera no fim do mundo” – e capturou imagens e vídeo que revelam mais detalhadamente como é a parte interna.

Andrey Plekhanov, pesquisador sênior do Centro Estadual Científico de Pesquisa do Ártico, disse ao Siberian Times:

A cratera tem uma forma mais oval que circular, tornando mais difícil calcular seu diâmetro exato. A partir de agora, nossas estimativas são de aproximadamente 30 m. Se tentamos medir o diâmetro juntamente com a emissão do solo… então o diâmetro é superior a 60 m. A cratera tem entre 50 e 70 m de profundidade.

A cratera tem um lago gelado na sua parte inferior: a água cai de suas paredes de pergelissolo em erosão. Esse tipo de solo é encontrado no Ártico, e composto por terra, gelo e rochas congeladas.

buraco-na-siberia-2

Pelo menos, eles já sabem a profundidade da cratera misteriosa, agora, qual seria uma possível explicação para o surgimento desta cratera? Desde bases alienígenas, a monstros vindo das profundezas do inferno já foram citados, mas parece que eles já tem uma resposta do que possa ser essa cratera.

Anna Kurchatova, do Centro de Pesquisa Científica Sub-Ártico acredita que a cratera foi formada por mistura de água, sal e gás que causou uma explosão subterrânea, causada pelo aquecimento global. Ela postula que o gás acumulou no gelo misturado com areia abaixo da superfície, e que este era misturado com sal – há cerca de 10.000 anos, esta área era um mar.

De qualquer maneira, isso abre caminho para pensar, será que é esta cratera gigante realmente é fruto de uma explosão subterrânea pelo aquecimento global? E você o que acha? Poderiam ser aliens construindo uma base na Terra?

 

original

O Motivo da cratera ter aparecido 😀

Via Gizmodo


Compartilhe.

Sobre o Autor

Douglas Amaral

Um cara que gosta de Tecnologia, cultura Oriental e é muito curioso. Gosta bastante de Dragões, e Batata frita. E por isso não vai viver por muito tempo!

  • Pingback: Mais dois novos buracos gigantes apareceram na Sibéria | Recanto do Dragão()

  • Felipe Travassos Scalarte

    Essa e outras crateras nada mais são do que escavações deixadas por OVINI. Ela foi realizada escavando da parte superior para a inferior.É só observarmos as bordas laterais se fechando.Se fosse uma explosão interna na galeria, haveria o afloramento exterior das bordas. Não existe qualquer possibilidade de ter havido uma explosão em seu interior. 1o A temperatura teria que ser muito grande e deixaria resíduos químicos nas paredes.

    2o A explosão deixaria ao redor da cratera uma grande quantidade de resíduos sólidos.

    3o A vegetação estaria queimada,seca ou (morta) ao seu redor também.

    4o Haveria rocha fragmentada no local .Mais um mistério.Vamos estudar o local.

    5o No princípios de fragmentação a maioria dos minerais são materiais cristalinos, onde os átomos estão em arranjos tridimensionais. A configuração dos átomos é determinada pelo tamanho e tipos de ligações físicas e químicas que os mantém unidos na rede cristalina dos minerais. Essas ligações interatômicas são eficientes a pequena distância, e podem ser quebradas se tensionadas por forças externas. Estas forças podem ser geradas por cargas de tensão ou de compressão.Um material ideal se rompe quando o limite de ruptura é ultrapassado. Isto é, quando
    se rompem todos as ligações atômicas de um certo plano. Isso não ocorre facilmente com as rochas e os minerais pois eles são materiais heterogêneos, anisotrópicos e contém falhas, fraturas, tanto em escala micro como macroscópica.

    6o Quando as rochas são sujeitas a forças uniformes, as pressões internas não são igualmente distribuídas, pois as rochas se constituem de uma variedade de minerais dispersos com grãos de vários tamanhos. A distribuição da força depende, não só das propriedades mecânicas de cada mineral, mas principalmente da presença de gretas e falhas no corpo mineral que agem como sítios de concentração de forças.Neste caso não a presença de trincas e resíduos em escamas ou outros.

    Bons avistamentos e estudos para todos.