Como funciona as Descargas Elétricas?

0

6053raios
O raio é a descarga eletrostática de grande intensidade que quebra a rigidez dielétrica do ar, ocorrendo um grande fluxo de energia da nuvem para o chão ou ao contrário.

O que é descarga eletrostática?
Uma descarga eletrostática é o fluxo súbito de eletricidade entre dois objetos carregados de eletricidade estática causado por contato, a formação de um curto circuito ou a quebra da rigidez dielétrica do material isolante que os mantenha separados.

plasma

O que é rigidez dielétrica?
A rigidez dielétrica de um certo material é um valor limite de campo elétrico aplicado sobre a espessura do material (kV/mm), sendo que, a partir deste valor, os átomos que compõem o material se ionizam e o material dielétrico deixa de funcionar como um isolante.

Definições:

Raio – um raio é uma descarga que ocorre entre a nuvem e o solo.

Relâmpago – o termo relâmpago refere-se a qualquer descarga elétrica atmosférica.

Trovão – durante o raio, são produzidas ondas sonoras conhecidas como trovão.

Os raios também produzem tipos de radiação eletromagnética, como raios X e raios gama. Dependendo da frequência, essas ondas podem ficar presas na ionosfera da Terra, e assim ficar circulando o planeta, esse fenômeno é chamado ressonância Schumann. A imensa carga dos raios produz, ainda, eventos luminosos na alta atmosfera que acontecem muito acima das nuvens e não são visíveis da superfície da Terra, mas já foram fotografados por aviões e satélites.

O que é Ressonância de Schumann?
A Ressonância Schumann é um conjunto de picos no espectro na ELF (banda de frequências extremamente baixas) do espectro do campo eletromagnético terrestre, formado pela superfície da Terra e pelas camadas inferiores da ionosfera. As radiações eletromagnéticas causadas por tempestades elétricas são fontes das oscilações das ELF.


O que é Ionosfera?
A ionosfera se localiza entre sessenta e mil quilômetros de altitude e é composta de íons, plasma ionosférico e, devido à sua composição, reflete ondas de rádio até aproximadamente 30 MHz. 

Eventos luminosos no céu devido a imensa carga dos raios:

Em média, de cinquenta a cem descargas acontecem a cada segundo em todo o mundo, a maioria delas nas regiões tropicais, sendo que o país em que ocorre a maior quantidade de raios é o Brasil.

Além das tempestades, as erupções vulcânicas podem dar origem a raios e relâmpagos. Durante a liberação das cinzas vulcânicas, as partículas entram em atrito, o que induz o aparecimento de cargas elétricas que produzem a descarga. Por isso, as maiores quantidades de raios estão associadas ao maior tamanho da nuvem de cinzas.

Em outros planetas também existe raios,como júpiter, em que, os gases, incluindo vapor de água, sobem das profundezas do planeta e as pequenas partículas, quando congelam, entram em atrito umas com as outras, gerando assim uma carga eletrostática que é descarregada sob a forma de raios.

Fonte: Wikipédia

Compartilhe.

Sobre o Autor

Douglas Amaral

Um cara que gosta de Tecnologia, cultura Oriental e é muito curioso. Gosta bastante de Dragões, e Batata frita. E por isso não vai viver por muito tempo!