Novos detalhes de Rainbow Six Siege; jogo terá single-player e mais

0

Confira abaixo a tradução na íntegra de um post no UbiBlog sobre o novo título da da Ubisoft.

  • Com a revelação de um novo Rainbow Six, disponível apenas para a nova geração de consoles, lógico que todo mundo está comentando. E todos têm perguntas. Como será a jogabilidade? Por que será para a “nova geração”? Que outros modos estarão no jogo? Obviamente o anuncio é muito recente, então o time de desenvolvimento está mantendo muitos detalhes em segredo, especialmente porque o jogo se encontra em pre-alpha e as coisas estão constantemente mudando. Entretanto, nós falamos com o Game Designer Andrew Witt para entender mais sobre o conceito de destruição versus fortificação, o “refém vivo”, e outros modos que podem aparecer no jogo.

    Destruição:

  • “O sistema de destruição procedural é o núcleo da experiência tanto no lado da equipe que ataca quando da que defente. Os atacantes podem ter cargas de detonação, e eles podem criar novos caminhos e novas oportunidades usando a destruição, e os defensores podem criativamente elaborar armadilhas ou emboscadas para os atacantes.

    “Portanto, abrir um buraco em uma parede com uma shotgun para ter uma nova linha de tiro para seu parceiro ou para você pegar de surpresa a equipe atacante subindo as escadas é algo que nós nunca poderíamons ter feito nas gerações de consoles anteriores. Nós ressaltamos isso o tanto quanto podemos porque esse será o centro da experiência. A destruição é totalmente procedural e baseada nos seus materiais. Portanto, quando você abre um buraco em uma parede feita de madeira ela irá quebrar e voarão lascas, assim como uma parede de madeira ficaria se você colocasse uma carga de detonação nela. O sistema de destruição da nova geração definitivamente é o que empurra a jogabilidade ao máximo”.

    Fortificação:

  • “No lado defensivo, você tem ferramentas de fortificação. Um deles é o reforço da parede, o que basicamente previne que parte da parede seja completamente destruída. Dessa forma, a equipe atacante pode colocar uma carga de detonação na parede e explodi-la sem de fato pô-la abaixo. Esse reforço na parede ficará intacto, portanto não será possível detonar essa parte da parede.

    “Eles também têm barricadas. Você as coloca no batente de portas e janelas para inibir a equipe atacante de entrar. E para invadir, eles têm que detonar a barricada, o que provoca muito barulho, fazendo com que seja necessário avaliar a situação e ver se vale ou não a pena invadir, porque pode muito bem haver alguém do outro lado da barricada esperando. Isso acaba limitando a linha de visão da equipe atacante e os faz pensar mais sobre o que eles realmente devem fazer.

    “Há também o arame farpado, que pode atrasar os oponentes e, além do mais, faz barulho quando removido. Então, caso você coloque arame farpado nas escadas ou do lado de fora do quarto onde o refém está sendo mantido e alguém está tentando resgatá-lo, isso irá atrasá-los, dando tempo para você reagir. Se você ouvir o barulho, você pode descobrir onde exatamente eles estão e tentar fazer uma emboscada. Pode também te dar aqueles segundos extras pra pegar o cara que pode estar tentando se infiltrar pela porta dos fundos pra resgatar o refém.

    “Mas os atacantes têm suas próprias ferramentes pra contornar as fortificações. Eles têm ferramentas de observação, como um drone. Eles podem colocar em algum lugar o drone com uma câmera para verificar um lugar antes de entrar. Eles podem pensar ‘OK, eu vou colocar meu drone aqui e descobrir onde exatamente as fortificações estão’. Portanto, temos observação e fortificação para o ataque e para a defesa. E quanto aos gadgets, temos cargas de detonação, granadas de fragmentos e de flash na equipe dos atacantes. Na equipe de defesa temos o C4 e um escudo, que pode ser fixado ao chão”.

    Outros Modos e o Refém

  • “Sabemos que as experiências single-player e coop são muito importantes para os fãs de Rainbow Six, tanto quanto para nós. Não podemos revelar muito, mas o que podemos dizer é que tanto o single-player quando o coop definitivamente estarão em Rainbow Six Siege. Nós apenas não estamos prontos para dar mais detalhes sobre o assunto no momento. Para o anúncio, nós apenas queríamos mostrar a todos o incrível modo multiplayer Hostage Rescue (Resgate ao Refém), o mais novo modo de cerco (manobra tática militar a qual visa cercar um prédio ou residência, cortando suprimentos básicos para facilitar na captura dos bandidos e no resgate dos reféns), e a incrível destruição dos cenários, que definitivamente é o centro da experiência. Compartilharemos muito mais informações ao longo desse ano até 2015.

    “Também queríamos mostrar nossa incrível refém. Como você viu na demonstração, ela realmente é uma refém viva. Ela reage ao ambiente. Se houver um tiroteio por perto, ela irá tentar se proteger. Ela irá reagir ao que está acontecendo. Caso um dos sequestradores estiver vindo, ela poderá tentar chamar a atenção dizendo: ‘Ei, eu estou aqui. Me salve!’ E se houver explosões ao seu redor, ela irá se proteger da explosão. Ela realmente reage ao que está acontecendo no ambiente em torno dela.

    “Claro, não haverão apenas reféns mulheres. Haverá ambos reféns homens e mulheres. Eu não posso dizer quantos serão no total, mas com certeza teremos os dois”.

Fonte: UbiBlog


Compartilhe.

Sobre o Autor

Marcos Heber

Moro em Guaratinguetá, sou formado em Design na Faculdade FATEA em Lorena - SP. Curto games como Sonic, God Of War,animes como Os Cavaleiros do Zodíaco, Dragon Ball Z, Samurai X e mangás são os mesmos e meu estilo de música é Heavy Metal como Metallica, Iron Maiden. Minha especialidade no Recanto do Dragão é trazer e postar noticias relacionadas ao mundo dos games e animes.