NASA libera imagens do novo telescópio Hubble de uma estrela nascendo violentamente

0

star

Enormes quantidades de nuvem nebulosas de gás, que está sendo violentamente torcido pela radiação e aglomerando-se e explodindo bolas de fogo. E você achava que era fácil nascer uma estrela não?

A imagem do Hubble acima é de IRAS 14568-6304, que está localizado dentro da nuvem molecular Circinus, que tem uma massa cerca de 250.000 vezes a do Sol e está cheio de gás, poeira e outras estrelas jovens. 

A grande região em que esta a estrela em formação está localizada, Circinus-Oeste, tem uma massa 5.000 vezes maior do que o sol e é uma das estrelas mais proeminentes formando sites em toda a nuvem.

IRAS 14568-6304 é apenas uma das várias fontes “escoamento” nesta moita, tornando-se uma das regiões mais brilhantes e massivas de formação estelar já relatada.Alguns cientistas estão querendo começar a chamar esta região de “ninho de saídas moleculares” para marcar sua saída energética.
É claro que essa não é a única coisa que faz esta magnífica estrela faz.

IRAS 14568-6304 é especial porque está dirigindo um jato protoestelar, que aparece aqui como a “cauda” abaixo da estrela.Este jato é o gás de sobra e poeira que a estrela tirou de sua nuvem pai, a fim de se formar.Embora a maior parte deste material acaba formando a estrela e seu disco de acreção, ainda pode sobre o  disco de material em torno da estrela, que pode formar planetas um dia – em algum ponto no processo de formação da estrela começou a ejectar uma parte do material a uma velocidade supersônica através do espaço.

A NASA acredita que esse fenômeno pode fornecer os astrônomos com novas pistas e evidências sobre o processo exato pelo qual as estrelas são formadas.


Compartilhe.

Sobre o Autor

Douglas Amaral

Um cara que gosta de Tecnologia, cultura Oriental e é muito curioso. Gosta bastante de Dragões, e Batata frita. E por isso não vai viver por muito tempo!