A Revolução das Impressoras 3D

1

bespoke-innovations-1

Esse texto é uma contribuição da Nextel para o Recanto do Dragão

Uma das maiores novidades apresentadas ao mundo nos últimos anos foram as impressoras 3D. Essa máquina que parece coisa do futuro trouxe consigo uma infinidade de ideias e possibilidades para revolucionar a produção de vários produtos. Mas antes de se empolgar e gastar todas suas economias em uma, já que ela ainda é muito cara, é melhor saber como ela funciona.

mestre-yoda-da-serie-star-wars-ganhou-uma-versao-roda-produzida-com-impressora-3d-a-peca-foi-exibida-no-evento-inside-3d-printing-por-dentro-da-impressao-3d-em-traducao-livre-realizado-em-nova-1366733264635_956x500

Mestre Yoda!

O processo que faz com que as impressoras 3D funcionem é o de Modelagem por Fusão e Depósito, onde o material do toner é fundido, para ficar maleável e depositado em camadas para formar o objeto escolhido anteriormente. O primeiro motivo de uso das impressoras foi a indústria pesada. Materiais usados para a impressão podem ser variados, partindo de ligas plásticas e indo até materiais orgânicos como comida. O processo de impressão pode variar de acordo com o formato, tamanho e riqueza de detalhes à serem impressos.

Bem legal não?

Tênis feito com impressora 3D

 

 

Esse processo de fabricação de objetos vem se tornando cada vez mais comum.  Várias notícias relacionadas a essas impressoras saem a cada dia nos jornais, mostrando a infinidade de coisas que pode ser feitas com as impressoras 3D. Numa busca rápida sobre o assunto você pode encontrar informações sobre próteses médicas de baixo custo e até mesmo casas(!) sendo feitas com impressoras 3D. Por ora os mais populares são brinquedos e outras coisinhas mais simples, como caixinhas de música e objetos de decoração.

ku-xlarge-161-540x305

Caixinha de música

 

As máquinas que nasceram com o intuito de fabricar protótipos industriais estão cada dia mais presentes no nosso meio. E podem fazer com que coisas muito complicadas do nosso dia a dia se tornem muito mais fáceis de serem executadas e custeadas. Alguns ainda dizem que por poderem fabricar as peças que fazem as próprias impressoras, em breve essas máquinas não precisariam mais da interferência humana no seu processo. Seriam elas o início da Skynet? Nós não achamos que isso vá tão longe assim, mas sabemos que muito pode ser feito com a popularização das impressoras 3D.

custom-3d-printed-cast

“Gesso” feito numa Impressora 3D

E você gostou do texto? Também queria ter um impressora 3D? Sabe de mais novidades que podem chegar junto com elas? Deixe nos comentários e faça parte desse post você também.

 

 

 


Compartilhe.

Sobre o Autor

Douglas Amaral

Um cara que gosta de Tecnologia, cultura Oriental e é muito curioso. Gosta bastante de Dragões, e Batata frita. E por isso não vai viver por muito tempo!