Jogos realmente influenciam as pessoas?

0



AC3_5years_710x390tcm1977449
Recentemente houve uma fatalidade, aonde um menino de 13 anos, assassinou sua família. Apesar de que, algumas provas indicam que isto seja uma armação da própria policia, já que os pais do menino eram policiais e havia uma denúncia deles sobre colegas que estavam roubando caixas eletrônicos. E é claro que a suspeita sobre o garoto aumentou, já que ele usava uma imagem do Assassin’s Creed no Facebook.

Mas não é esse o ponto, mas até aonde os jogos podem influenciar pessoas? Será que realmente um jogo pode induzir uma pessoa a matar alguém?

Na verdade sim… Jogos realmente podem influenciar as pessoas. Mas não, jogos não induzem ninguém a matar! Vamos analisar alguns fatos.

Call-of-Duty-Ghosts-e1366816256271

Existem milhares de jogadores no  mundo que jogam jogos mais violentos que Assassin’s Creed, como Counter Stike, Battlefield, Call of Duty, e eu não vejo noticiários de pessoas que saíram atirando por causa dos jogos certo?
Jogos como os citados acima, tem uma faixa etária para acima de 18 anos. Está errado em quem joga, ou quem não supervisiona o filho?

Já sabemos que qualquer coisa  pode influenciar as pessoas… E a televisão, especialmente um canal ai que passa bastante novela, tem o poder de influenciar muito mais que os jogos. Seja pela violência mostrada, pelas intrigas, pela forma que as pessoas agem…
Então temos que remover os amigos, a TV, o Cinema, os Livros, e a sociedade e nos tornar robôs, pois somos influenciados a todo tempo.

Tom and Jerry, Tom and jerry Wallpapers, photos, fotos, Pics of Cartoons, Cartoon Pictures, Sketches

Lembrando que na infância de muitos, existia uma brincadeira chamada Policia e Ladrão. Nessa brincadeira o ladrão tentava matar o policial e o policial o ladrão. Todos que brincaram disso, viraram policiais e ladrões? Não… Como quem viu Tom & Jerry, ou Pica Pau… Não vi ningúem jogando uma bigorna na cabeça dos outros? Ou mesmo aquele filme de ação do Shwuazinega? Ainda não vi ninguém destruindo algo, porque viu algum filme dele.

Arnold

Shuazinega assustado com seu último filme.

Realmente, é claro como cristal que jogos influenciam as pessoas. Mas também é claro que essas pessoas não irão sair matando os outros, por ter visto isto no jogo, senão teríamos milhares de assassinatos referentes a jogos…
E ainda mais, jogos violentos tem classificação indicativa, o que é uma restrição as pessoas de jogarem tal jogo se não tiverem idade para isso.

E a UBISOFT, respondeu sobre a comparação de Assassin’s Creed e assassinatos:

Em resposta aos pedidos de posicionamento da Ubisoft sobre o caso da família Pesseghini, trata-se de uma tragédia e nossos pensamentos e orações vão para a família e os amigos das vítimas. Nessa hora de consternação de toda a sociedade, é natural a busca por respostas. 
No entanto, em nenhum estudo até agora realizado há consenso sobre a associação entre a violência e obras de ficção, incluindo livros, séries de televisão, filmes e jogos. É uma falácia associar um objeto de entretenimento de milhões de pessoas, todos os dias, em todo o mundo, com ações individuais e que ainda estão sendo esclarecidas. Novamente, isso é uma tragédia sem sentido e os nossos pensamentos e orações estão com a família e amigos das vítimas.

Agradecemos aos fãs da série que manifestaram apoio contra mensagens sensacionalistas associando o jogo à tragédia e convidamos a todos a se solidarizarem com a família e os amigos das vitimas.

No caso do garoto em questão… Existem vários outros motivos para a família dele ser morta… e tenha certeza que não foi o Ezio defendendo seu clã contra os templários um deles…

Créditos pela resposta da Ubisoft ao Mad Joystick

 

 


Compartilhe.

Sobre o Autor

Douglas Amaral

Um cara que gosta de Tecnologia, cultura Oriental e é muito curioso. Gosta bastante de Dragões, e Batata frita. E por isso não vai viver por muito tempo!