Esta é a Terra vista por smartphones que viraram satélites

0
phonesat-pic

Há alguns meses, a NASA enviou ao espaço alguns satélites cúbicos, chamados PhoneSats, que usavam o Nexus One como cérebro. A ideia era ver se um smartphone poderia concorrer contra satélites de milhões de dólares. A resposta é “não exatamente”: quando se trata de fotografia, provavelmente é melhor ficar com satélites profissionais.

O trio de satélites de smartphones se coordenavam para tirar centenas de fotos da Terra, que então foram enviadas para nós através de ondas de rádio amadoras, para serem então combinadas por voluntários e entusiastas.

Essa parte foi bem-sucedida, embora as imagens não sejam exatamente detalhadas. Entre os artefatos da imagem causados pela transmissão e a qualidade da câmera de smartphones, o resultado fica longe da perfeição. Mesmo assim, criar satélites a partir de smartphones – e ver que eles funcionam como esperado no espaço – ainda é impressionante.

No final de abril, ao voltarem à atmosfera terrestre, os satélites queimaram e foram destruídos pelo fogo. Ou seja, estas fotos são tudo o que resta da primeira jornada de smartphones Android como satélites. E apesar de as fotos serem bacanas, eles definitivamente não são boas o bastante. Talvez devêssemos aperfeiçoar câmeras de smartphones aqui na Terra antes de voltar a lançá-las no espaço.

A NASA já prepara o PhoneSat 2.0, que vai usar o Nexus S como cérebro e terá mais funcionalidades, como eletroímas para controlar a orientação do satélite no espaço, e rádio bidirecional para ser controlado a partir da Terra.

 

Fonte: Gizmodo


Compartilhe.

Sobre o Autor

Douglas Amaral

Um cara que gosta de Tecnologia, cultura Oriental e é muito curioso. Gosta bastante de Dragões, e Batata frita. E por isso não vai viver por muito tempo!