Astrônomos recalculam massa da matéria escura e velocidade do Sistema Solar

0

superimagem

 

Um grupo de astrônomos refez os cálculos da massa da matéria escura e da velocidade com a qual o Sistema Solar orbita em torno de si mesmo, chegando a novos resultados com uma precisão consideravelmente maior do que os anteriores. Uma das constantes que foi mais bem precisada é a de Hubble — que nada mais é do que o número que indica a velocidade aproximada com a qual o universo está se expandindo.

A nova descoberta das distâncias também levou a um refinamento da massa da matéria escura presente na Via Láctea. De acordo com os novos cálculos, os astrônomos puderam chegar a duas constatações distintas. Um delas é que a distância do Sistema Solar até o centro da nossa galáxia é de 26,1 anos-luz, sendo que um ano-luz é uma medida de distância que equivale a aproximadamente 9,5 trilhões de quilômetros.

A segunda das constatações dos cientistas é que a velocidade do Sistema Solar, que é ditada pela rotação da galáxia, chega a aproximadamente 240 quilômetros por segundo. Em outras palavras, seriam necessários praticamente 200 milhões de anos para que nosso sistema orbitasse inteiramente em torno da Via Láctea.

Já com os resultados obtidos em relação à matéria escura, foi possível refazer os cálculos e afirmar que o valor da massa desse tipo de matéria em todo o universo é até 20% maior do que se aceitava. Essa mudança é decorrente do aumento da velocidade de rotação anterior, o que deve impactar diretamente nas novas experiências realizadas daqui pra frente. Quem sabe a ciência ainda não chega mais perto dos filmes de ficção científica que víamos antigamente?

Fonte: MEGACURIOSO


Compartilhe.

Sobre o Autor

Douglas Amaral

Um cara que gosta de Tecnologia, cultura Oriental e é muito curioso. Gosta bastante de Dragões, e Batata frita. E por isso não vai viver por muito tempo!